Acessibilidade

A Celg Geração e Transmissão – Celg GT, apresentou resultado líquido de R$ 24,9 milhões no primeiro semestre de 2019. Número é 5% maior que mesmo período do ano passado. “É uma diretoria que tem um compromisso de fazer com que o patrimônio do Estado seja valorizado”, diz Caiado

Apresentação de resultados, perspectivas de investimentos e redução de despesas foram temas de reunião nesta segunda-feira (30/09) entre o governador Ronaldo Caiado e a diretoria da empresa. Também participou do encontro o secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação, Adriano da Rocha Lima. A boa gestão e investimentos adequados, aliados a redução de custos, são elementos que têm feito a estatal apresentar resultados positivos sucessivos. Só no primeiro semestre deste ano, o lucro líquido da empresa chegou a R$ 24,9 milhões, aumento de 5% comparado com o mesmo período do ano passado.

Governador Ronaldo Caiado ouve atentamente Lener Jayme, da Celg GTO governador Ronaldo Caiado saiu satisfeito da reunião e destacou mudanças que vão beneficiar o Estado. “Foi exposta toda a evolução nesses nove meses de governo, quando fizemos uma reforma completa, contendo gastos e, cada vez mais, ampliando investimentos que vão gerar ainda mais receita para a empresa”, frisou. No próximo dia 3 de outubro, a estatal realiza o segundo leilão de imóveis para arrecadar recursos para investir em geração e transmissão de energia, que é a sua atividade fim, buscando assim colocar fim à propriedade de imóveis que são inservíveis aos serviços de energia elétrica, com a finalidade de preservar os interesses da concessão, bem como o patrimônio público, conforme sugere a Resolução Normativa da Aneel nº 691/2015.

 O presidente da Celg GT, Lener Silva Jayme, destacou que a nova gestão implantou uma política austera de redução de custos e investimento em tecnologia de ponta, trazendo maior rentabilização para a empresa. Em paralelo, está havendo desmobilização de alguns ativos imobiliários inservíveis à concessão da Companhia, “canalizando o investimento e retorno dessa venda para a expansão em novos negócios”, salientou.

 “Esse é o nosso objetivo, fazer uma gestão técnica, executiva e rentabilizar cada vez mais a economia da empresa. Trazer mais recursos para o Estado e para o acionista”, acrescentou o presidente. Ele também enfatizou que a estatal está “extremamente saudável”, com mais de R$ 140 milhões em caixa e preparada para entrar nos próximos leilões de transmissão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). “Temos interesse em participar em três lotes, previstos para o final deste ano, fazendo mais investimentos e alavancando ainda mais a receita anual da companhia”, concluiu.

 O governador Ronaldo Caiado ressaltou o empenho que resultou em bons resultados. “É uma diretoria que tem um compromisso de fazer com que o patrimônio do Estado seja valorizado dentro de uma gestão competente e profissional. Em breve poderemos acompanhar novos investimentos que estão sendo feitos e os resultados apresentados”, afirmou.

 O secretário Adriano da Rocha Lima completou que o Estado, de forma muito responsável, está fazendo com que os ativos da CELG GT sejam melhor rentabilizados e tragam mais retornos e investimentos que vão servir à população.  “No médio e longo prazo teremos uma empresa mais barata, com menor custo e com muito maior receita, o que vai fazer com que o valor dela de mercado suba. E esse valor que vai gerar caixa deverá ser transformado em benefício à sociedade, mais ainda do que são oferecidos hoje”, salientou.

 

A reunião contou com presença do vice-presidente da Celg GT, José Fernando Navarrete Pena, e do diretor técnico e comercial da estatal, Djair dias Brito. Pela CelgPar, esteve presente ainda a diretora de gestão corporativa, Anita Luzia Pinheiro Belchior.

Avenida C, Quadra A-36, Lote 1, nº 60, Jardim Goiás, CEP 74805-070 – Goiânia - Goiás

© 2017 CELG GT - Todos os direitos reservados